André se acerta com Grêmio, e Sport sinaliza venda em definitivo

278

A novela entre André, Sport e Grêmio se arrasta, mas está muito próxima de um final. Os representantes do atacante estão confiantes em uma transferência, que até poderia ser por empréstimo. Mas a vontade do Leão é vender o atleta em definitivo, por 3 milhões de euros – pouco mais de R$ 12 milhões. A diretoria gremista apresentou valores bem próximos aos desejados pelo Rubro-Negro. Entre o Grêmio e o atacante está tudo certo. Enquanto a situação se desenrola, o camisa 90 treina em horário alternativos.

Os representantes de André estão no Recife desde a última segunda-feira e mantêm conversas com o presidente do Sport, Arnaldo Barros. Resta o Tricolor enviar uma proposta de 3 milhões de euros aos pernambucanos para a venda ser concretizada. Os gaúchos fizeram uma oferta e devem formular uma nova investida até o fim desta semana. Uma das divergências é a porcentagem que vai corresponder aos 3 milhões de euros. O Sport quer manter 30% dos direitos econômicos do atleta para lucrar em caso de uma futura negociação.

A proposta anterior do Grêmio foi rejeitada: os gaúchos queriam ceder três atletas – um em definitivo – e ter André por empréstimo até o final do ano com passe fixado em 3 milhões de euros. O Leão quer negociá-lo agora porque não enxerga o jogador com “cabeça para ficar”. Esse foi o argumento usado pelo atleta para não jogar contra o Santos-AP, pela Copa do Brasil.

– Está acontecendo uma negociação por André, não sei se vai ser finalizada esta semana. Ele já demonstrou que não está focado mais no Sport e o fato de não estar focado nos leva a crer que não adianta insistir. Agora, também não é por esse fato (falta de foco) que você vai vender pelo preço que o comprador quer pagar – disse o vice-presidente de futebol do Sport, Guilherme Beltrão.

A priori, a intenção do Sport era não se desfazer de André, mas a vontade do jogador em se transferir fez o clube mudar de ideia. Foi o desejo do jogador que fez o presidente Arnaldo Barros tomar a atitude de deixá-lo treinando separado do grupo principal. O Leão julga os 3 milhões de euros, juntamente com a manutenção de uma porcentagem pelos direitos, um valor justo para a venda.

=18

Deixe sua opinião!