A ausência do volante Anselmo no time diante do Internacional – em função de uma cláusula de empréstimo – coloca uma escolha nas mãos do técnico Claudinei Olivera para armar o Sport no confronto do próximo sábado. Acionado no segundo tempo no último jogo, Deivid corre pela vaga ao lado de Neto Moura – que voltou aos treinos e viajou com o grupo. Candidato para a posição, Deivid exalta concorrência no elenco e minimiza problema de entrosamento.

– Quando me chamaram para vir para o Sport eu sabia da concorrência que era, porque Anselmo estava vivendo um momento muito bom. Para você jogar o Brasileiro, poder chegar lá em cima, tem que ter um elenco bom. Eu vim para qualificar mais o elenco, poder ter mais oportunidade. Quero agradecer já, se o professor me escolher, que eu possa fazer um bom jogo e ajudar a equipe a continuar a dar sequência – afirmou o jogador.

Contratado no início deste mês para reforçar o Rubro-negro na Série A do Brasileiro, Deivid atuou em duas partidas pelo Leão nesta temporada. Estreou no empate por 1 a 1 com o Corinthians, no dia 20 de maio, atuando por 14 minutos, e voltou a campo na última quarta-feira, por mais 15 minutos, na vitória por 3 a 2 sobre o Atlético-MG. Nas duas ocasiões, substituiu Neto Moura e Fellipe Bastos, para dividir o setor com Anselmo.
Além do capitão rubro-negro, também não podem atuar os zagueiros Ernando e Léo Ortiz, o meia Andrigo e o lateral-direito Cláudio Winck – que já seria desfalque, se recuperando de uma lesão na coxa direita. Assim, na prática o técnico Claudinei Oliveira perde somente Anselmo e Ernando do time titular.

=5

Deixe sua opinião!