Com problemas no ataque, Sport enfrenta América-PE sem centroavante

289

Por diferentes problemas, o Sport não atuará diante do América-PE, às 17h, na Ilha do Retiro, na sétima rodada do Campeonato Pernambucano, da maneira com que se habituou nos últimos anos. O time não terá um atacante de referência no setor ofensivo: os três “camisas 9” do plantel não podem atuar, o que obriga o técnico Nelsinho Baptista a atuar com dois atacantes que não têm características de serem goleadores. É a primeira vez que isso acontecerá na gestão do treinador.

Sem Juninho, André e Leandro Pereira, a dupla de ataque do Sport deve ser formada por Gabriel e Rogério, pontas de origem. Eles, agora, serão deslocados para o centro da área enquanto a equipe terá dois armadores: Thomás e Marlone, titulares no empate de 3 a 3 contra o Ferroviário-CE, que culminou com a eliminação do Leão na Copa do Brasil, na última quinta-feira.

Juninho é o caso mais grave dentre os três centroavantes. O jogador se recusou a viajar para enfrentar o Santos-AP, pela primeira fase da Copa do Brasil (o Sport ganhou aquele jogo por 2 a 1). Além disso, o garoto formado na base leonina tem uma série de casos de indisciplina desde o Sub-20.

Outra coisa que enfureceu o técnico Nelsinho Baptista foi o fato de Juninho estar jogando acima do peso ideal. Uma bola de neve que fez o treinador disparar críticas duras ao atleta e colocá-lo para treinar separado do grupo – à espera de um novo clube para jogar. Com contrato até fevereiro de 2020, o atacante será emprestado pelo Sport.

O caso de André tem característica diferente. O jogador é alvo do Grêmio, que já fez uma proposta oficial de compra ao Sport e deve preparar outra nos próximos dias. Por conta disso, o jogador declarou estar sem cabeça para atuar pelo Leão. O presidente Arnaldo Barros o afastou até o imbróglio ser resolvido.

Além disso, André se queixou de dores no joelho direito e, assim, por dois motivos diferentes, virou carta fora do baralho para o duelo contra o América-PE.

Leandro Pereira, por sua vez, tem contrato com o Sport até o meio do ano. Não tem casos de indisciplina e nem está na mira de outros clubes.Mas saiu machucado do jogo contra o Ferroviário-CE. Ele não teve lesão detectada no exame de imagem, mas como sente dores e há pouco tempo hábil entre uma partida e outra (quinta para domingo), será poupado.

Outro desfalque de última hora é o goleiro Magrão. Ele foi liberado para acompanhar o sepultamento de um parente, em São Paulo.

 O clima não é dos melhores na Ilha do Retiro. A eliminação na Copa do Brasil caiu como uma bomba no clube, que até teve a diretoria de futebol completamente remodelada. Todo o corpo de diretores saiu, e o Sport está à espera das novas pessoas que vão geri-lo. Por isso, a vitória contra o América-PE é necessária para que a situação não piore de vez e a crise se instale definitivamente. Por conta da impossibilidade de treinar o time, dado o curto intervalo entre partidas, o técnico Nelsinho Baptista não deve fazer muitas mudanças na equipe titular, a não ser as obrigatórias.

Desfalques: Everton Felipe e Fellipe Bastos (lesionados), Henríquez (suspenso); André e Juninho (afastados); Leandro Pereira e Magrão (suspenso).

Tiago Nascimento dos Santos apitará a partida, sendo auxiliado por Gilberto Freire de Farias e Karla Renata Cavalcanti de Santana.

=14

Anuncie