Grupo aciona Santa Cruz na Justiça cobrando detalhes de negociações

136

O Movimento Santa Cruz do Povo, que reúne torcedores do clube coral, acionou nesta terça-feira o Tricolor do Arruda na Justiça com um Pedido de Produção Antecipada de Provas. O grupo pede a divulgação dos detalhes das negociações de quatro jogadores que passaram recentemente pelo Arruda: Keno, João Paulo, Raniel e André Luis. Esse é o segundo pedido feito pelos torcedores.

A petição inicial que foi ajuizada contém o nome de sete integrantes do grupo: Jhonny Lucas, Gláucio Frazão, Fábio Queiroz, Marcos Antônio de Souza, Rafael Monteiro, Leandro Henrique Nascimento e Bruno Jordão Belchior.

A medida cautelar pede apenas a obtenção de informações ou documentos acerca das negociações dos quatro atletas. Keno, Raniel e João Paulo atuaram no Santa Cruz em 2016 e saíram após o fim da Série A para Palmeiras, Cruzeiro e Botafogo, respetivamente. Já André Luís vestiu a camisa tricolor no ano passado e agora defende o Cianorte, do Paraná.

A primeira ação movida pelo Santa Cruz do Povo foi no dia 12 de janeiro. O prazo para o clube se posicionar expirou no último dia 10. Caso a direção coral não se pronuncie outra vez, o movimento promete que irá “adotar medidas judiciais mais incisivas e contundentes”.

POSICIONAMENTO DO SANTA

O presidente Constantino Júnior disse que o clube irá responder quando for notificado por meio do departamento jurídico. Ele ainda frisou que o grupo de oposição foi buscar as respostas no departamento errado do clube, pois o atual executivo não pode responder por questões das gestões anteriores.

=4

Deixe sua opinião!