Sem casos graves, torcedores são liberados após cuidados em UPA no Recife

5675

s 25 torcedores do Santa Cruz levados a unidades de pronto atendimento do Recife, na última quarta-feira à noite, após uma confusão a partir de intervenção do Batalhão de Choque da Polícia Militar, na Ilha do Retiro, já foram liberados. A informação foi repassada, nesta quinta pela manhã, pela Secretaria de Saúde do Recife. Um outro fã coral, Igo Pablo Martins da Silva, de 18 anos, foi levado para o Hospital da Restauração, onde também recebeu alta médica – não foi informado o tipo de ferimento sofrido por Igo.

Na Ilha do Retiro, perto do fim do primeiro tempo do Clássico das Multidões, contra o Sport, uma ação policial para conter um torcedor, munido de sinalizador, provocou uma confusão generalizada, com um saldo de 60 feridos, no total.

Num primeiro momento, os torcedores mais graves foram levados para a UPA da Abdias de Carvalho. Ao todo, 25 receberam cuidados especiais no unidade de pronto atendimento. Outros tricolores foram acompanhados no local, nas ambulâncias estacionadas dentro da Ilha do Retiro.

Os clubes lamentaram o episódio, tão logo encerrado o jogo, válido pela última rodada da primeira fase do Campeonato Pernambucano. O Sport prometeu minimizar os riscos no novo encontro, marcado para a próxima quarta-feira, de novo na casa rubro-negra, pelas quartas de final do Estadual. Já os tricolores, por meio do presidente Constantino Júnior, o Tininho, disseram que vão dar assistência às vítimas.

=7

Deixe sua opinião!